Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Espanhóis representam 62% dos estrangeiros barrados no Brasil

Após mudanças nas regras, 52 espanhóis foram impedidos de entrar no país

Por Da Redação 10 Maio 2012, 02h01

Os cidadãos espanhóis representam 62,6% dos estrangeiros impedidos de entrar no território brasileiro neste ano, segundo um relatório apresentado nesta quarta-feira pela Polícia Federal.

Entre janeiro e abril, 83 estrangeiros – entre eles 52 espanhóis – foram devolvidos a seus países por não cumprirem as exigências de imigração impostas pelo governo brasileiro, de acordo com a Coordenação-Geral de Polícia de Imigração, citada pela estatal ‘Agência Brasil’. O número equivale quase a 70% dos casos registrados em 2011, quando 120 estrangeiros foram impedidos de entrar no Brasil.

Desde 2 de abril, quando o Brasil endureceu os requisitos para a entrada de espanhóis, 31 pessoas desse país tiveram seu ingresso negado.

As novas regras para os visitantes espanhóis exigem a apresentação de um passaporte com mais de seis meses de validade, passagem de volta, reserva de hotel (ou carta-convite de quem for hospedá-lo) e comprovante bancário de solvência econômica de pelo menos R$ 170 diários.

(com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade