Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Escolas britânicas registraram 88 mil incidentes racistas em 4 anos

Por Da Redação - 23 maio 2012, 05h25

Londres, 23 mai (EFE).- As escolas britânicas registraram 87.915 incidentes racistas, como abusos físicos, insultos ou intimidação, entre 2007 e 2011, segundo números oficiais publicados nesta quarta-feira pela rede ‘BBC’.

As cidades onde houve mais casos com conotação racista foram Birmingham (centro da Inglaterra), com 5.752 incidentes, e Leeds (norte da Inglaterra), com 4.690.

A localidade galesa de Carmarthenshire aparece na outra ponta, com apenas cinco.

Em algumas regiões inglesas, como Luton, Oldham, Croydon e Bedford, o número de incidentes racistas aumentou 40% entre 2008 e 2010.

Publicidade

As escolas britânicas deviam reportar esses incidentes às autoridades locais, mas em 2011 o Governo de David Cameron suprimiu essa obrigação, e desde então o número total caiu em 18.996 casos.

Para Sarah Soyei, porta-voz da organização contra o racismo Show Racism the Red Card (‘Mostre Cartão Vermelho para o Racismo’), essas estatísticas são só ‘a ponta do iceberg’.

‘O racismo é um problema muito frequente em muitas salas de aula de todo o país, mas os casos de intimidação racista são contabilizados por baixo’, assegurou Soyei à ‘BBC’.

Em sua opinião, algumas áreas estão experimentando um aumento da islamofobia e da rejeição aos imigrantes do Leste da Europa e às comunidades ciganas. EFE

Publicidade