Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Erdogan afirma que Israel é uma ameaça por dispor da bomba atômica

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta quarta-feira que Israel constitui uma “ameaça” para a região porque dispõe da bomba atômica.

Erdogan, citado pela agência de notícias Anatolia durante uma visita à África do Sul, mencionou as capacidades nucleares de Israel, país que nunca confirmou ou negou ter armas nucleares.

“Considero hoje Israel como uma ameaça para a região, porque dispõe da bomba bomba atômica”, afirmou Erdogan em uma entrevista coletiva, antes de denunciar mais uma vez o ataque militar israelense contra a frota que seguia para Gaza em maio de 2010, que matou nove turcos e provocou uma grave crise entre Israel e Turquia.

“Israel mantém o silêncio, nunca diz ‘tenho a arma atômica'”, completou Erdogan, que considerou “injusta” a pressão sobre o Irã por seu programa nuclear quando não se fala do caso israelense.

A Turquia se declara contrária à corrida armamentista nuclear no Oriente Médio e defende a via diplomática na crise que opõe as potências ocidentais ao Irã pelo programa nuclear deste país.

Erdogan acusou ainda Israel de “terrorismo de Estado” no Oriente Médio, em particular nos Territórios Palestinos.

O primeiro-ministro fez as declarações em uma sala na qual antes havia discursado um diplomata israelense. Este criticou o movimento radical Hamas, que governa a Faixa de Gaza, por lançar foguetes contra Israel.

Erdogan argumentou que Israel utilizou força desproporcional e lançou bombas de fósforo durante a operação militar contra o território palestino no fim de 2008 e início de 2009.