Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Encontrada segunda caixa-preta de avião que caiu nos Alpes

O aparelho contém os dados do voo do Airbus A320 da Germanwings. A perícia técnica será feita pelo Escritório de Investigação e Análise da França

A segunda caixa-preta do avião da companhia aérea alemã Germanwings que caiu nos Alpes franceses no dia 24 de março foi encontrada nesta quinta-feira pelas equipes de resgate, afirmaram fontes da investigação sobre a catástrofe. A segunda caixa-preta contém o registro dos dados de voo do avião. As equipes de busca trabalham há dez dias no local da queda do avião. A tragédia matou todas as 150 pessoas que estavam a bordo da aeronave, que fazia o trajeto entre Barcelona, na Espanha, e Düsseldorf, Alemanha.

A caixa-preta se encontra agora no quartel-general de campanha localizado na cidade de Seyne-les-Alpes, próximo ao local da tragédia, e será entregue para as autoridades que investigam o caso. A segunda caixa-preta deverá completar os dados obtidos da primeira, encontrada no mesmo dia da queda do avião e que contém as gravações na cabine. O promotor público de Marselha, Brice Robin, que lidera a investigação na França, disse que “tudo indica” que a segunda caixa-preta do avião “‘poderá ser analisada” apesar de estar bastante danificada.

Leia também

Famílias de vítimas do voo da Germawings devem receber indenizações diferentes

Lufthansa sabia que copiloto sofria de depressão

Copiloto que provocou acidente aéreo foi tratado por ‘tendência suicida’

Segundo o registro das gravações, o copiloto Andreas Lubitz se trancou na cabine de comando quando o comandante se ausentou para ir ao banheiro e teria derrubado o avião deliberadamente. A perícia técnica da segunda caixa-preta será feita pelo Escritório de Investigação e Análise da França (BEA). Desde o dia da tragédia, a busca da segunda caixa era uma das prioridades dos investigadores, mas a violência do choque, que caiu na montanha a mais de 700 km/h, a deixou escondida entre os destroços da fuselagem.

Leia mais

Após acidente de avião, filme ‘Relatos Selvagens’ passa a ter alerta para espectadores

Áudio do Airbus mostra desespero do piloto: ‘Pelo amor de Deus, abra a maldita porta’

Tragédia eleva preocupação com avaliação psicológica de pilotos

Pesquisas sobre suidídio – Promotores alemães disseram nesta quinta que acreditam que o copiloto Andreas Lubitz na última semana pesquisou em um computador por maneiras de cometer suicídio dias antes do acidente que matou 150 pessoas. Em nota, promotores de Duesseldorf disseram que o computador, que foi encontrado na casa do copiloto, também mostrava pesquisas sobre as portas da cabine e medidas de segurança relacionadas. As pesquisas na internet aconteceram entre 16 e 23 e março, um dia antes do acidente. “Em pelo menos um dia, ele pesquisou por diversos minutos sobre a cabine e as medidas de segurança”, acrescentou a nota.

(Da redação)