Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em nova vitória sobre tráfico, México prende líder de cartel

Autoridades mexicanas capturaram Héctor Beltrán Leyva, procurado no país e nos EUA. Prisão é parte da ofensiva do governo Peña Nieto contra narcotráfico

Autoridades mexicanas capturaram nesta quarta-feira o traficante Héctor Beltrán Leyva, procurado pelos governos do México e dos Estados Unidos. Chefe do cartel de drogas mexicano dos irmãos Beltrán Leyva, ele foi preso em uma operação realizada pela Polícia Federal e pela Marinha do México. O traficante estava em um restaurante de San Miguel Allende, no estado de Guanajuato, no momento da detenção.

Leia também:

México anuncia ‘segunda morte’ de líder do narcotráfico

Preso no Mèxico o traficante mais procurado do mundo

As autoridades mexicanas ofereciam uma recompensa de 2,2 milhões de dólares pela captura de Héctor Beltrán, enquanto os EUA ofereciam 5 milhões de dólares. O traficante assumiu o comando do cartel após a prisão, em agosto de 2010, de Edgar “La Barbie” Valdez e a morte, em dezembro de 2009, de seu irmão, Arturo Beltrán Leyva, baleado durante um confronto com fuzileiros navais em Cuernavaca, perto da capital.

Durante anos, os irmãos Beltrán Leyva trabalharam com narcotraficantes do Estado de Sinaloa, como Joaquín “El Chapo” Guzmán. A dupla vendia drogas para as Américas Central e do Sul, além de EUA e Europa. Ao contrário de outros barões do tráfico, Beltrán Leyva levava uma vida discreta e reservada na cidade de Querétaro, enquanto comandava seus negócios ilegais em outras províncias.

Ofensiva – “El Chapo” Guzmán, chefe do cartel de Sinaloa e o traficante mais procurado do mundo, foi capturado em fevereiro no México depois de uma longa e sangrenta cruzada do governo do país contra os poderosos cartéis de drogas. Foragido por 13 anos, Guzmán foi capturado com ajuda das agências americanas.Também neste ano, militares mataram ‘El Chayo’ Moreno, líder do cartel ‘Os Cavaleiros Templários’. A detenção de Beltrán Leyva nesta quarta marca outra grande vitória para o presidente mexicano Enrique Peña Nieto na luta contra o narcotráfico.

(Com agências Reuters e EFE)