Clique e assine a partir de 9,90/mês

Elizabeth II completa 60 anos no trono britânico nesta 2ª feira

Por Da Redação - 5 fev 2012, 13h17

Londres, 5 fev (EFE).- A rainha Elizabeth II completa nesta segunda-feira 60 anos de sua ascensão ao trono e o Reino Unido pretende comemorar em grande estilo, com eventos programados ao longo de 2012, que terão seu auge em junho.

Elizabeth II chegou ao trono após a morte do pai, o rei Jorge VI, em 6 de fevereiro de 1952. Aos 85 anos, ela se tornará a soberana britânica que mais tempo esteve no trono depois da rainha Victoria, que foi monarca durante 63 anos.

Nesta segunda-feira, a rainha não tem compromissos importantes e deve apenas visitar a Prefeitura de King’s Lynn, no condado de Norfolk, próximo à residência real de Sandringham.

No entanto, está prevista a emissão de selos postais e fotografias da rainha para marcar a data.

Neste domingo, Elizabeth II e seu marido, o duque de Edimburgo, desafiaram o mau tempo e a neve e assistiram à missa na capela de Sandringham, no sudeste da Inglaterra.

As principais comemorações serão celebradas no primeiro fim de semana de junho, para quando está previsto um desfile de centenas de navios – modernos e antigos – pelo rio Tâmisa, em Londres.

Para lembrar os 60 anos de trono, a emissora ‘BBC’ transmitirá nesta segunda-feira um programa especial que será apresentado pelo jornalista Andrew Marr, que entrevistou vários membros da Família Real, entre eles os príncipes William e Harry.

Segundo alguns detalhes já divulgados dessas entrevistas, o príncipe Harry, filho mais novo do príncipe Charles e da falecida Diana de Gales, disse que sua avó não poderia cumprir compromissos oficiais o duque de Edimburgo ao seu lado.

Continua após a publicidade

Apesar dos comentários do príncipe terem sido publicados agora, foram feitos antes de o duque, de 90 anos, ter sido hospitalizado em dezembro, devido ao bloqueio de uma artéria coronária que o obrigou a se submeter a uma pequena cirurgia.

‘Não acho que ela poderia fazê-lo (o trabalho) sem ele, especialmente com a idade que tem’, disse o príncipe Harry.

Segundo Andrew Marr, Harry comentou na entrevista que admira sua avó por manter o sorriso inclusive quando tem de comparecer a lugares aonde preferiria não ir.

Já seu irmão, William, o duque de Cambridge, disse ao jornalista que, apesar de sua avó ser uma das pessoas mais famosas do mundo, não se interessa pela fama e prefere a intimidade.

Além disso, no documentário, o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair fez referência ao discurso da rainha no palácio de Buckingham após a morte da princesa Diana em agosto de 1997, no qual qualificou a si mesma como ‘sua rainha e avó’. Segundo Blair, essas foram palavras da própria Elizabeth II, e não introduzidas pelo governo.

Por causa do documentário, intitulado ‘The Diamond Queen’ (A Rainha de Diamante), Andrew Marr seguiu a monarca de perto durante um ano enquanto cumpria seus compromissos oficiais.

O jornalista qualifica a rainha como uma pessoa observadora, cuidadosa com o dinheiro, impaciente e divertida.

Nos últimos 60 anos, Elizabeth II foi testemunha de crises econômicas, mudanças demográficas, perdas de colônias, guerras, atentados terroristas do Exército Republicano Irlandês (IRA), o florescimento das letras e das artes e tragédias familiares.

Apesar da idade, Elizabeth II não dá sinais de cansaço, nem está disposta a abdicar dos compromissos. E assim ela vai cumprindo a promessa que fez aos 21 anos: dedicar toda sua vida a serviço do país. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade