Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Donos da mina de San José pagarão US$ 5 mi ao governo

Valor ajuda a cobrir os custos da operação de resgate dos 33 mineiros em 2010

Os donos da mina chilena San José, onde 33 mineiros foram resgatados em 2010 após permanecerem 70 dias presos a 700 metros de profundidade, pagarão 5 milhões de dólares (8,7 milhões de reais) ao governo. O dinheiro será usado para cobrir os gastos da operação de resgate dos trabalhadores, informaram nesta terça-feira fontes do Conselho de Defesa do Estado (CDE).

Leia também:

Leia também: ‘Milagres’ que cercaram o resgate dos 33 mineiros chilenos

O valor foi firmado entre a empresa San Esteban, proprietária da mina e controlada por Alejandro Bohn e Marcelo Kemeny, e o CDE, que abriu um processo contra os empresários. O governo chileno gastou 22 milhões de reais no resgate dos mineiros. Após o término das operações, o estado ordenou que os donos da San Esteban fossem processados.

A quantia pedida inicialmente era de 10,3 milhõesde dólares. O acordo final levou em conta a delicada situação financeira da companhia, cujos ativos estavam para ser liquidados no processo de falência da empresa.

Indenizações – Em julho do ano passado, 31 dos 33 mineiros apresentaram um processo contra o estado por danos e prejuízos causados pelo acidente, num valor de 15,5 milhões de reais, demanda que ainda está em andamento. Os mineiros alegam que a falta de fiscalização na mina por parte dos organismos públicos e uma autorização permitindo seu funcionamento após um acidente anterior foram fundamentais para que a tragédia acontecesse.

(Com agência EFE)