Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Disparos de homens leais ao regime sírio matam mais 20 pessoas

Cairo, 18 dez (EFE).- Ao menos 20 pessoas morreram neste domingo, entre eles um adolescente, alvos de disparos das forças de segurança e do Exército no centro, norte e no sul da Síria, informaram os opositores Comitês de Coordenação local.

As informações contabilizam 11 mortes na província central de Homs, oito em Idleb (norte) e uma em Deraa (sul).

Por sua vez, o Observatório Sírio de Direitos Humanos assinalou que o Exército bombardeou com artilharia pesada a localidade de Al Kuseir, em Homs, destruindo parcialmente algumas casas.

O organismo ressaltou que nessa província ocorreram duros combates entre as forças armadas e soldados desertores, depois que um grupo de dissidentes atacou três veículos militares blindados que deixavam o aeroporto de Dabaa.

Um soldado desertor contou ao observatório que os dissidentes mataram um oficial e feriram cinco uniformizados, além da detenção de três altos oficiais do Exército. A agência de notícias oficial síria, ‘Sana’, não confirmou as baixas.

Segundo o Observatório, também ocorreram combates entre o Exército e desertores na província de Idleb, na fronteira com a Turquia.

Essas informações não têm comprovação independente devido às restrições impostas pelas autoridades sírias aos jornalistas e as organizações internacionais para trabalhar.

Dados da ONU contabilizam mais de 5 mil mortos pela repressão na Síria, incluindo 300 crianças e adolescentes, desde o início dos protestos contra o Governo. EFE