Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Destroços de avião são encontrados no Mali

Aeronave levava ao menos 118 pessoas de Burkina Faso para a Argélia

(Atualizada às 21h17)

Informações sobre os destroços do avião da Air Algérie que ia de Burkina Faso para a Argélia terem sido encontrados surgiram ao longo desta quinta-feira, com fontes diferentes indicando que os pedaços foram localizados na região de Gao, no Mali. As autoridades francesas limitaram-se a dizer que a aeronave “provavelmente caiu”, sem confirmar a localização. O ministro das Relações Exteriores, Laurent Fabius, disse que todas as causas possíveis para o acidente estão sendo consideradas. “Não podemos, não devemos excluir nenhuma hipótese antes de ter todos os elementos”.

O presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keita, disse que destroços do avião da Air Algérie foram localizados no deserto ao norte do país. “Acabei de ser informado que os destroços foram localizados entre Aguelhoc e Kidal”, disse o presidente em uma reunião com líderes políticos, religiosos e da sociedade civil em Bamako, segundo informação da agência de notícias Reuters. Boubacar não deu mais detalhes.

Há informações desencontradas sobre onde a aeronave teria caído. Algumas fontes dizem que teria sido em Tilemsi, a cerca de 70 quilômetros da cidade de Gao, no sudeste do país, enquanto outras afirmam que teria ocorrido na região de Kidal. A Radio France informou que destroços teriam sido localizados 80 quilômetros a sudeste da cidade de Gossi, no norte do Mali. A fonte citada pela emissora foi o chefe do comitê de crises reunido em Burkina Faso.

O ministro dos Transportes de Burkina Faso, Jean Bertin Ouedrago, informou que o comandante do avião pediu para mudar de rota devido a uma tempestade na área. O voo AH5017 levava 118 pessoas quando sumiu dos radares. A tripulação é de nacionalidade espanhola e o voo tinha sido fretado para a Air Algérie por um período de dois meses.

Segundo a companhia aérea, entre os passageiros tinham 50 franceses, 24 cidadãos de Burkina Faso, oito libaneses, seis argelinos, cinco canadenses, quatro alemães, dois luxemburgueses, um do Mali, um belga, um do Níger, um camaronense, um egípcio, um ucraniano, um romeno, um suíço e três de nacionalidades ainda “em investigação”.

Rota do voo voo AH5017 da Air Algerie, entre Ouagadougou, em Burkina Fasso, e Argel, na Argélia Rota do voo voo AH5017 da Air Algerie, entre Ouagadougou, em Burkina Fasso, e Argel, na Argélia

Rota do voo voo AH5017 da Air Algerie, entre Ouagadougou, em Burkina Fasso, e Argel, na Argélia (/)