Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Destroços de avião russo desaparecido são localizados

Entre 44 e 50 pessoas estavam a bordo da aeronave, que fazia voo de exibição

Por Da Redação 10 Maio 2012, 00h42

Os restos do avião russo que desapareceu na Indonésia nesta quarta-feira foram avistados nesta quinta por helicópteros que participavam das tarefas de busca, declarou a Agência de Resgate indonésia. O número de vítimas ainda não foi confirmado – havia entre 44 e 50 pessoas a bordo, segundo diferentes fontes.

A aeronave Superjet 100, um novo modelo da fabricante Sukhoi, perdeu o contato com os radares quando sobrevoava a região monstanhosa do vulcão Salak, cerca de 60 quilômetros ao sul de Jacarta, durante um voo de exibição. “O avião foi encontrado. Seus destroços foram avistados pelo helicóptero. Está confirmado que são do Sukhoi”, garantiu Ketut Parwa, responsável da defesa civil na aldeia de Cidahu, que serve de base às operações de busca.

O assessor da embaixada russa em Jacarta, Dmitri Solodov, declarou que o Sukhoi levava 44 pessoas a bordo – oito membros da tripulação russa e 36 passageiros. O representante na Indonésia da Sukhoi, porém, afirmou que havia 50 pessoas a bordo, entre elas oito membros da tripulação, pilotos e engenheiros russos, assim como funcionários da companhia aérea.

Considerado a principal esperança de crescimento da aviação civil russa, o Superjet 100 desapareceu dos radares pouco antes das 15 horas de quarta-feira em Jacarta (5 horas em Brasília), sobre o monte Salak, de 2.211 metros de altitude, ao sul da capital indonésia.

De acordo com Ali Umri Lubis, porta-voz da base aérea de Bogor, ao sul de Jacarta, o avião foi avistado de um helicóptero Super Puma na manhã desta quinta-feira (horário local). “Não temos ainda informações exatas sobre seu estado”, completou o oficial.

Parentes de passageiros do Sukhoi esperam por informações no aeroporto de Jacarta
Parentes de passageiros do Sukhoi esperam por informações no aeroporto de Jacarta VEJA

(Com agências EFE e France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade