Clique e assine a partir de 8,90/mês

Depois do drama, mineiros chilenos querem se casar

Cinco deles fizeram o pedido oficial a suas companheiras durante festa pública

Por Da Redação - 20 out 2010, 10h25

O mineiro Claudio Yañes
O mineiro Claudio Yañes VEJA

Depois de 69 dias presos sob a terra e longe da família, cinco dos 33 mineiros chilenos decidiram se casar – com direito a cerimônia na igreja e festa. Ajoelhados, eles fizeram o pedido a suas companheiras durante uma festa na noite de terça-feira, na cidade litorânea de Caldera, norte do país. Alguns deles já vivem com a mulher há anos.

“Depois desses dez anos que passamos juntos, agora é hora de nos casarmos”, disse o mineiro Claudio Yañez à namorada, Cristina Nuñez, no primeiro evento público do grupo desde o dramático resgate na semana passada.

O mineiro Esteban Rojas
O mineiro Esteban Rojas VEJA

Durante o período preso na Mina de San José, Esteban Rojas prometeu se casar com a mulher na igreja, 25 anos após a cerimônia no civil. O pedido foi feito por meio de uma carta inserida na sonda por onde os operários mantinham contato com a superfície. “Eu disse à minha esposa que se eu saísse de lá vivo, eu me casaria na igreja”, contou Rojas. “Eu aceito. Ainda tenho a carta em que você escreveu isso”, brincou Jessica Yañez.

O resgate dos mineiros, um a um, por uma cápsula que atravessava um túnel estreito de 625 metros de cumprimento e de largura pouco maior que a dos ombros de um homem, atraiu a atenção do mundo e transformou os homens em celebridades. Todos passam bem.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade