Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Delegação americana visita opositora ucraniana Yulia Timoshenko

Uma delegação do Departamento de Estado americano visitou nesta segunda-feira a opositora ucraniana e ex-primeira-ministra Yulia Timoshenko, que foi transferida de sua prisão para o hospital.

A delegação liderada por um representante do escritório de democracia e direitos humanos do Departamento de Estado chegou de tarde ao hospital público de Jarkiv (leste), onde a opositora que sofre de hérnia de disco está hospitalizada desde quarta-feira.

É a primeira visita de autoridades do governo americano à opositora detida desde agosto do ano passado. Yulia Timoshenko acaba de por fim a uma greve de fome de 20 dias, iniciada para protestar contra as agressões que ela teria sofrido na prisão.

Na sexta-feira, a presidente lituana Dalia Grybauskaite visitou Yulia Timoshenko no hospital. A ex-primeira-ministra foi condenada a sete anos de prisão por abuso de poder.

Este caso provocou uma grave crise nas relações entre Kiev e o Ocidente, que suspeita de uma motivação política e exige a libertação da opositora.

A secretária de Estado, Hillary Clinton, declarou no dia 1º de maio que o governo americano está preocupado com o tratamento dado a Timoshenko.

Vários países da União Europeia ameaçaram boicotar partidas da Eurocopa de futebol 2012, organizada entre Ucrânia e Polônia de 8 de junho a 1º de julho.