Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Crucifixo dedicado a João Paulo II esmaga turista na Itália

Dias antes de o pontífice ser canonizado por Francisco no Vaticano, um enorme crucifixo construído em sua homenagem caiu sobre um turista em Cevo

Por Da Redação 25 abr 2014, 15h38

Um homem morreu esmagado por um crucifixo gigante que homenageava o papa João Paulo II em Cevo, na região de Liguria, Itália. As autoridades identificaram a vítima como Marco Gusmini, um turista que estava posando para fotografias no local quando o monumento veio abaixo. O acidente com o jovem de 21 anos ocorreu na quinta-feria, apenas três dias antes do evento que marcará a canonização de João Paulo II no Vaticano, previsto para acontecer neste domingo.

Leia também:

Anotações particulares de João Paulo II são publicadas​

Vaticano lança site e app sobre canonização dos papas

Outra chocante coincidência consiste no local em que a vítima morava com os pais. A residência de Gusmini estava localizada na cidade de Lovere, em uma rua batizada de papa João XXIII, que, assim como João Paulo, será canonizado domingo por Francisco.

O monumento em homenagem a João Paulo II foi inicialmente construído em alusão à sua visita à Brescia, na região de Lombardi, em 1998. O crucifixo, no entanto, foi transferido para o vilarejo de Cevo em 2005. A construção tinha 30 metros de altura e 6 metros de largura, o que permitia que ela fosse vista por meio do sistema de satélite do Google Earth. Uma estátua de Cristo, que estava acoplada ao crucifixo, ficou completamente destruída após a queda.

Continua após a publicidade
Publicidade