Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cristina Kirchner herdou 31 milhões de pesos de seu marido

Já como presidente argentina, ela conta com uma renda anual de 331.809 pesos

A presidente argentina, Cristina Kirchner, herdou 31,6 milhões de pesos (cerca de 14 milhões de reais) de seu marido e antecessor, Néstor Kirchner, segundo consta em sua declaração de renda apresentada perante o Escritório Anticorrupção, tal como exigem as leis argentinas das máximas autoridades. A informação foi divulgada nesta terça-feira pelos jornais argentinos Clarín e La Nación.

O patrimônio da presidente alcançou em 2011 um total de 39,6 milhões de pesos (cerca de 17,5 milhões de reais), muito abaixo dos 70,5 milhões de pesos (cerca de 31 milhões de reais) consignados em 2010. À ocasião, sua fortuna se unia à de Kirchner, que morreu em outubro daquele ano após uma parada cardíaca.

Vídeo: As vítimas da política econômica de Cristina Kirchner

Com isso, 50% dos bens do ex-presidente (2003-2007) foram herdados pelos dois filhos do casal, Máximo e Florencia, segundo a documentação de seu patrimônio. A declaração também exibe um depósito bancário de 3 milhões de dólares (6 milhões de reais) que a chefe de estado transformou em pesos, tal como anunciou semanas atrás, em sintonia com as restrições que o governo impõe à compra de dólares, para “desdolarizar” a economia local.

Cristina conta com uma renda anual de 331.809 pesos (cerca de 146.500 reais) como presidente e obtém lucro, além disso, por rendas de propriedades herdadas de seu marido e por dois hotéis que possui na cidade sulina de Calafate, onde costuma passar os fins de semana e à qual definiu como seu “lugar no mundo”. A presidente também tem terrenos de até 47.000 metros quadrados na província de Santa Cruz, que foi governada por Kirchner durante 12 anos, antes de assumir a Presidência.

Leia mais:

Leia mais: Argentina ordena que bancos privados emprestem à produção

(Com agência EFE)