Cristina Kirchner anuncia candidatura à reeleição

Presidente argentina disse que dará continuidade a projetos de seu marido

Por Da Redação - 21 jun 2011, 21h12

A presidente argentina Cristina Kirchner anunciou nesta terça-feira que concorrerá a um segundo mandato nas eleições presidenciais de 23 de outubro, em um discurso na Casa Rosada transmitido em rede nacional.

“Vamos nos submeter, mais uma vez, como sempre fizemos, ao voto popular”, disse a presidente ao anunciar sua decisão, quatro dias antes do fim do prazo para a inscrição dos candidatos. Kirchner justificou sua candidatura com o forte estímulo que recebeu de apoiadores. “Com tanto apoio que recebi, como eu poderia renunciar?”, afirmou.

O anúncio de sua candidatura já era esperado pelos setores políticos do país, já que a presidente apareceu como a candidata favorita em pesquisas de opinião. Segundo ela, o seu objetivo é dar continuidade ao “projeto social” de seu marido, morto em 2010, o ex-presidente Néstor Kirchner. Ela ainda afirmou que possui um compromisso “irrenunciável e irrevogável” com a Argentina.

“Eu sempre soube o que deveria fazer. Soube desde 28 de outubro [data do velório de Néstor], não por ser inteligente, nem ambiciosa, quando gritavam ‘Força, Cristina!’ para mim. Sempre tive um alto senso de responsabilidade política, histórica e pessoal”, disse.

Publicidade

Os seus principais rivais deverão ser Eduardo Duhalde, ex-presidente peronista, e o deputado Ricardo Alfonsín, filho de Raúl Alfonsín, presidente da transição democrática da Argentina (1983-1989).

(Com agência France-Presse)

Publicidade