Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus: Reino Unido pode demorar seis meses para voltar ao normal

Alerta foi feita por autoridades do governo de Boris Johnson

Por Ernesto Neves - Atualizado em 29 mar 2020, 15h41 - Publicado em 29 mar 2020, 15h36

Autoridades do Reino Unido alertaram neste domingo (29) que o país pode demorar até seis meses até voltar ao normal.

Numa entrevista coletiva concedida na manhã de hoje, Jenny Harries, conselheira do primeiro-ministro Boris Johnson, alertou que as infecções pelo novo coronavírus vão continuar a subir nas próximas semanas.

Para Harris, ainda não é possível dizer quando a quarentena será reduzida.

“A previsão é que os números vão piorar na próxima semana, possivelmente nas próximas duas. É quando a curva da epidemia deve começar a ser achatada”, disse.

Continua após a publicidade

“Isso não quer dizer que ficaríamos em confinamento completo por seis meses. Mas, como nação, temos que ser responsáveis . E continuar a quarentena até termos certeza de que podemos começar a encerrá-la gradualmente”, afirmou. 

O governo do primeiro-ministro Boris Johnson anunciou ainda a criação de centros de emergência e controle estratégico da epidemia por todo o país. 

Essas unidades serão lideradas por comandantes das Forças Armadas e foram descritas como “um passo sem precedentes em tempos de paz”.

Na última sexta (27), Boris Johnson confirmou estar infectado com o coronavírus. 

Continua após a publicidade

Até a última semana, quando foi decretada quarentena total no país, a administração de Johnson era alvo de fortes críticas.

Isso porque os ingleses vinham recusando a adoação de medidas de isolamento. A estratégia era isolar apenas os grupos vulneráveis, deixando que a população em geral fosse infectada e, assim, tornasse o país imune. 

A multiplicação de casos graves entre pessoas não-vulneráveis, como os jovens, tornou a estratégia inviável.

Publicidade