Clique e assine a partir de 9,90/mês

Conselho rebelde oferece US$ 1,7 milhão por Kadhafi vivo ou morto

Por Patrick Baz - 24 ago 2011, 11h33

O Conselho Nacional de Transição (CNT) ofereceu nesta quarta-feira uma recompensa de 1,6 milhão de dólares pela cabeça do coronel Muamar Kadhafi vivo ou morto.

“O CNT apoia a iniciativa de empresários que estão oferecendo dois milhões de dinares pela captura de Muamar Kadhafi, vivo ou morto”, declarou Mustafa Abdeljalil em Trípoli.

“Os membros do círculo próximo (a Muamar Kadhafi) que o matarem ou capturarem terão anistia garantida pelo povo”, indicou o presidente do CNT, Mustapha Abdeljalil, durante uma entrevista coletiva à imprensa em Benghazi (leste).

“O regime de Muamar Kadhafi não estará acabado enquanto ele não for capturado vivo ou morto”, disse, ressaltando que “seu comportamento gera temores de uma catástrofe”, sem dar maiores detalhes.

Continua após a publicidade

Ele indicou que soldados leais ao líder líbio continuam a atacar de dentro do complexo de Bab al-Aziziya em Trípoli, de onde Muamar Kadhafi comandava a Líbia e que caiu na terça-feira nas mãos de rebeldes.

“Os lealistas continuarão a atacar enquanto Kadhafi não for capturado”, ressaltou Abdelajalil.

Ele indicou que o hotel Rixos, onde estão alojados os jornalistas estrangeiros em Trípoli, também está ainda em poder dos kadhafistas.

Publicidade