Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conselho de Segurança da ONU debate adesão palestina

Aprovação depende de nove votos, mas os americanos devem vetar a medida

A tarde desta segunda-feira reservará uma votação histórica para o Conselho de Segurança das Nações Unidas. O grupo deve realizar sua primeira sessão de consultas sobre o pedido de adesão dos palestinos à ONU, segundo anunciado na última sexta-feira pelo embaixador do Líbano, Nawaf Salam, que preside o Conselho neste mês de setembro. Os americanos, porém, deverão vetar o pedido dos palestinos, que querem entrar na ONU antes mesmo da criação de seu estado independente.

O presidente palestino, Mahmud Abbas, apresentou a demanda na última sexta-feira e justificou o pedido num discurso na Assembleia Geral. Foi ovacionado. “Submeti ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, o pedido de admissão da Palestina com base nas fronteiras de 4 de junho de 1967, tendo Jerusalém como capital, e gozando do status de membro pleno das Nações Unidas”, disse Abbas durante seu discurso.

Para ser aprovada, a adesão da Palestina à ONU precisa receber nove votos favoráveis. A possibilidade de que um dos cinco membros permanentes da casa (Estados Unidos, Rússia, França, Grã-Bretanha e China) use seu direito a veto contra a medida é dada como certa. Mesmo assim, os demais países presentes no Conselho ainda podem elevar o status da Palestina de “entidade observadora sem direito a voto” para “estado observador permanente”.

(Com agência France-Presse)