Clique e assine com até 92% de desconto

Confrontos na Síria deixam ao menos 19 mortos

Por Louai Beshara 22 dez 2011, 12h12

Ao menos 19 pessoas morreram nesta quinta-feira na Síria, entre elas 12 civis, no mesmo dia em que se espera a chegada da primeira equipe de observadores da Liga Árabe, denunciou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

“Nove civis foram assassinados em Homs (centro), a maioria no bairro de Baba Amro, pelas forças de segurança, que dispararam com metralhadoras pesadas”, disse o OSDH, afirmando que o número de mortos pode aumentar devido à situação crítica dos feridos.

Na região de Idleb (nordeste), perto da fronteira turca, “dois civis morreram quando forças militares e de segurança atacaram o povoado de Hich”, de acordo com a mesma fonte.

Em Deraa (sul), berço dos protestos, “um civil morreu na cidade de Tafas durante uma ação das forças regulares sírias, que buscavam ativistas”, completou o OSDH, cuja sede está no Reino Unido.

Quatro soldados do Exército e dois desertores morreram durante confrontos perto de uma represa em Baba Amro, em Homs, segundo o observatório.

Em Idleb, um soldado morreu e oito ficaram feridos durante um ataque realizado por vários grupos de desertores contra as forças de ordem, onde vários moradores, entre eles uma criança de 10 anos, ficaram feridos gravemente, explicou o OSDH.

O Exército entrou nesta quinta-feira na cidade de Khan Cheikhun, na província de Idleb, com tanques e veículos de transporte para tropas, disse a organização.

Continua após a publicidade
Publicidade