Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Confronto em penitenciária deixa 38 mortos no México

Por Alfredo Estrella 19 fev 2012, 15h24

Ao menos 38 presos morreram neste domingo durante um confronto entre presos em uma cadeia da zona metropolitana de Monterrey (norte do México), informou à AFP o porta-voz estatal de Segurança, Jorge Domene.

“Até agora contabilizamos 38 mortos”, disse Domene. O porta-voz informou que as autoridades ainda trabalham dentro do centro de detenção para investigar os fatos, mas, ao que tudo indica, foi um confronto entre grupos rivais na prisão de Apodoca, a 30 km do centro de Monterrey.

Domene disse que nas próximas horas será realizada uma coletiva de imprensa para ampliar as informações fornecidas.

Em declarações feitas mais cedo à televisão local, Domene havia afirmado que o problema começou na madrugada deste domingo após os confrontos entre “internos dos setores C e D” da prisão.

O funcionário informou que, por enquanto, “não há os nomes (dos falecidos), mas a situação (dentro da prisão) está mais calma”.

Continua após a publicidade

Também afirmou que funcionários do serviço forense estão levando os corpos a outro local para iniciar o processo de identificação de vítimas.

Após a divulgação dos fatos, familiares dos presos chegaram aos arredores da prisão buscando informações sobre a situação de seus parentes.

Domene disse que ainda podem ser vistas “colunas de fumaça (saindo da prisão) porque durante o confronto foram queimados colchões e outros objetos”, mas reiterou que atualmente a situação está sob o controle das autoridades.

Este é o segundo incidente envolvendo confrontos em presídios ocorrido nos últimos meses em Monterrey, depois que no dia 13 de outubro sete internos morreram e outros 12 ficaram feridos após uma briga entre grupos rivais na prisão de Cadereyta.

Monterrey, terceira maior cidade do México, com quatro milhões de habitantes em sua região metropolitana e sede de transnacionais, é palco de uma disputa entre cartéis de Los Zetas e seus antigos aliados do cartel do Golfo.

Continua após a publicidade
Publicidade