Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Colômbia: Timochenko é o novo comandante das Farc

Por Ho 15 nov 2011, 17h27

A guerrilha colombiana das Farc escolheu Timoleón Jiménez, também conhecido por ‘Timochenko’, para substituir Alfonso Cano na chefia da organização, informaram nesta terça-feira vários meios de comunicação da Colômbia.

“O camarada Timoleón Jiménez, com o voto unânime de seus companheiros do Secretariado (cúpula das Farc), foi designado no dia 5 de novembro o novo comandante das FARC-EP”, assinala um comunicado publicado no site do jornal El Tiempo de Bogotá.

“Está garantida assim a continuidade do Plano Estratégico para a tomada do poder pelo povo”.

Alfonso Cano, cujo nome verdadeiro era Guillermo León Sáenz Vargas, foi morto por tropas do Exército colombiano no dia 4 de novembro passado, em uma operação nas selvas do departamento de Cauca.

Cano era o substituto do chefe e fundador das Farc, Manuel Marulanda (Tirofijo), que morreu de ataque do coração em março de 2008.

Timochenko era até o momento comandante do Bloco Magdalena Medio das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), com cerca de 800 guerrilheiros sob seu comando. Médico de profissão, é considerado um líder forte da ala militar e um especialista em inteligência.

As Farc são a mais antiga guerrilha da América Latina, com 47 anos de luta armada. No momento, tem entre 8.000 e 9.000 combatentes, segundo o ministério colombiano da Defesa.

A sucessão de Cano estava entre Timochenko e Luciano Marín, também conhecido por Iván Márquez, comandante do Bloco do Caribe das Farc.

Os outros integrantes da cúpula da Farc são Mauricio Jaramillo, dirigente do Bloco Jorge Briceño; Pablo Catatumbo, chefe do comando conjunto para o Ocidente; Milton Toncel (‘Joaquín Gómez’), comandante do Bloco Sul; e Félix Antonio Muñoz (‘Pastor Alape’).

Continua após a publicidade
Publicidade