Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Clinton: Irã deve suspender enriquecimento de urânio

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, disse nesta terça-feira que “não há justificativa possível” para a produção de urânio enriquecido em uma nova usina no Irã, e exortou Teerã a voltar à mesa de negociações.

Endurecendo o tom do governo em Washington, Clinton destacou que a confirmação de que o Irã enriquece urânio em uma unidade subterrânea fortificada a sudoeste de Teerã é “especialmente preocupante”.

“Não há justificativa possível para esta produção. Este enriquecimento permite ao Irã dar um importante passo para a capacidade de produção de armas com urânio altamente enriquecido”, disse Clinton em seu comunicado.

“Este passo mostra, mais uma vez, o flagrante desprezo do regime iraniano por suas responsabilidades e o crescente isolamento de Teerã”.

Clinton reafirmou seu apelo ao Irã para que “acabe de imediato com o enriquecimento de urânio e cumpra com seus compromissos nucleares internacionais”, além de voltar ao diálogo com o grupo de seis potências mundiais sobre o programa atômico iraniano.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) anunciou na segunda-feira que o Irã começou a produzir urânio enriquecido a 20% em suas instalações de Fordo, escondidas sob uma montanha e difíceis de atacar, perto de Qom, 150 km a sudoeste de Teerã.

O urânio enriquecido a menos de 20% serve apenas para fins civis, mas se o enriquecimento superar os 90%, pode servir para fabricar a bomba atômica.