Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cinzas de vulcão chileno causam transtorno em Bariloche

Aeroporto local argentino ficou fechado, embora nuvem estivesse baixando

As cinzas vindas do vulcão Puyehue, no Chile, que entrou em erupção no sábado, já pararam de cair. Contudo, a nuvem continuou afetando a cidade argentina de Bariloche neste domingo, provocando transtornos aos moradores e mantendo fechado o aeroporto local, informaram autoridades regionais.

“Uma leve garoa tem ajudado a evitar o voo das cinzas”, disse neste domingo numa coletiva de imprensa o prefeito de Bariloche, Marcelo Cascon. A nuvem de cinzas chegou a Bariloche ainda no sábado, e, segundo fontes locais, cobriu toda a cidade e zonas rurais próximas.

“Estamos tentando evitar a circulação de carros e pedimos que as pessoas permaneçam em suas casas com as portas e janelas fechadas para evitar a entrada das cinzas”, disse o secretário de Comunicação de Bariloche, Carlos Hidalgo, ao canal de TV local, TN. Segundo Hidalgo, houve uma “forte queda de cinzas como se fosse uma nevada, que deixou a cidade de uma cor só”.

O vulcão chileno fica a 100 quilômetros de Bariloche e, segundo fontes argentinas, também foram afetadas cidades próximas, como Villa La Angostura, que faz fronteira com o Chile.

(Com Agência France-Presse)