Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chuvas na Colômbia deixam 49 mortos e 13 desaparecidos

Bogotá, 14 mai (EFE).- As chuvas que afetam à Colômbia há dois meses causaram 49 mortos, 13 desaparecidos e 160,983 mil afetados, informaram nesta segunda-feira fontes governamentais em Bogotá.

A temporada de chuvas, a primeira do ano no país, também causou 46 feridos, segundo um relatório da União Nacional para a Gestão do Risco de Desastres (UNGRD), da Presidência da República.

No documento, o diretor da órgão, Carlos Ivan Márquez, ressaltou que os eventos associados às chuvas destruíram 620 casas e danificaram outras 22,256 mil. Além disso, afetaram 485 estradas, 107 aquedutos, 123 centros educativos e 18 centros de saúde.

De acordo com Márquez, o Governo destinou até agora mais de 25 bilhões de pesos (US$ 14,18 milhões de dólares) para a assistência preliminar aos afetados, que somam 34,687 mil famílias.

O diretor ainda destacou que as chuvas causaram 745 emergências em 470 municípios de 28 dos 32 departamentos colombianos. Entre as incidências, a maioria, 456, foram por inundações, seguidas de deslizamentos, 202, e vendavais, 66. As outras eram relacionadas a tempestades elétricas, avalanches, granitos, alta dos rios, derrubadas e ressacas.

Segundo as previsões do Instituto de Hidrología, Meteorologia e Estudos Ambientais (a estatal Ideam), o atual período chuvoso irá até meados de junho, embora a previsão aponte que não seja tão agressivo como o do ano passado, quando a Colômbia foi afetada pelo fenômeno ‘La Niña’. EFE