Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chuva ameaça resgate de meninos encontrados em caverna da Tailândia

Equipes de resgate tentam bombear água da caverna antes que chuvas aumentem a partir de amanhã e dificultem ainda mais a retirada dos sobreviventes

Equipes que tentam resgatar doze meninos mais seu técnico de futebol presos em uma caverna na Tailândia se apressavam hoje para bombear água para fora da caverna. A previsão de chuvas fortes para amanhã ameaça complicar os esforços de retirada do time de futebol preso há 10 dias no local. Segundo autoridades, eles podem ficar presos por até meses por conta da temporada de chuvas de monção no sudeste asiático.

Mergulhadores britânicos atravessaram passagens estreitas e águas escuras para conseguir chegar –e finalmente encontrar– os adolescentes e o técnico na noite de ontem, quando já se considerava remota a possibilidade de acharem sobreviventes em meio a 10 km de cavernas inundadas, no norte do país, próximas à cidade de Chiang Rai. O time se refugiou em uma rocha elevada dentro da caverna, cerca de 4 km distantes da entrada, para sobreviver a inundação. Os meninos estavam fracos, mas só tinham ferimentos leves.

A notícia da sobrevivência do time “Javali Selvagem” provocou comemorações no país. Sites de imprensa e usuários do Facebook vibraram com a notícia e tratavam os agentes de resgate como ‘heróis’.

“Obrigado a todos os tailândeses, obrigado a todos os estrangeiros, todos são heróis e todos se ajudaram”, disse o primeiro-ministro Prayuth Chan-ocha a repórteres.

 (./.)

Um vídeo filmado pelos agentes de resgate sob a luz fraca de tochas e compartilhado pelo jornal britânico The Guardian revelou meninos vestidos com shorts e camisas vermelhas e azuis de pé ou sentados na rocha acima de uma extensão de água.

“Quantos de vocês estão aí? 13? Ótimo”, disse um membro da equipe multinacional em inglês. “Vocês estão aqui há 10 dias. Vocês são muito fortes”. “Obrigado”, respondeu um dos meninos. Outro perguntou quando eles sairão, ao que o agente respondeu: “Não hoje. Vocês têm que mergulhar”.

Com idades entre 11 e 16 anos, os meninos desapareceram com seu técnico de 25 anos depois de treinarem no dia 23 de junho, quando foram explorar as cavernas de um parque local, próximo a uma floresta.

Agora as equipes de resgate precisam decidir qual é a melhor maneira de retirar o grupo em segurança, o que pode levar tempo. A chuva continua a cair em Chiang Rai e deve se intensificar a partir de amanhã.

“Se chover demais, os níveis de água aumentarão e tornarão mais difícil retirá-los”, disse o ministro do Interior, Anupong Paochinda, a repórteres.

Os 13 meninos receberam gel energético para se sustentarem enquanto os planos de extração são elaborados. Uma equipe de fuzileiros navais ainda estava com eles, e luzes, uma fonte de energia e equipamento de comunicação estavam sendo instalados.

(Com Reuters)