Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Chinês ataca embaixada do Japão com coquetéis molotov

Por Jung Yeon-Je 8 jan 2012, 11h03

Um chinês, detido neste domingo pela polícia sul-coreana, explicou que lançou coquetéis molotov contra a embaixada do Japão em Seul porque sua avó foi forçada a se prostituir pelas forças de ocupação japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.

O homem, de 38 anos, lançou quatro coquetéis molotov na manhã deste domingo contra a embaixada do Japão na capital da Coreia do Sul, atingindo as paredes externas, disse um investigador à AFP.

O agressor “foi preso imediatamente. A investigação está em andamento para determinar os motivos de sua ação”, disse o funcionário, acrescentando que o incidente não deixou vítimas.

O homem é oriundo da província de Guangzhu, no sul da China, e entrou na Coreia do Sul em dezembro, através do Japão, com um visto de turista, disse a polícia.

Segundo a agência de notícias sul-coreana, o suspeito disse à polícia que sua avó foi uma “mulher de conforto”, eufemismo para se referir às mulheres que serviram como escravas sexuais dos soldados japoneses de 1939 a 1945.

Os historiadores contabilizam em 200 mil o número destas mulheres que foram obrigadas a trabalhar em bordéis militares de campanha japoneses, em particular na China, Coreia e Filipinas.

Esta tragédia, ocultada durante muito tempo, foi revelada nos anos 90, quando algumas destas mulheres tiveram a coragem de falar.

O Japão pediu desculpas pelos crimes de seu exército contra as mulheres, mas nega qualquer responsabilidade oficial na organização destes bordéis.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)