Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China acusa ‘grupos separatistas estrangeiros’ após protesto tibetano

A China acusou nesta terça-feira “grupos separatistas com sede no exterior” de quererem desestabilizar as autoridades afirmando que a polícia havia aberto fogo na segunda-feira contra uma manifestação de tibetanos no sudoeste do país, deixando ao menos um morto e vários feridos.

“As tentativas de grupos separatistas favoráveis ao Tibete com sede no exterior de modificar a verdade e desacreditar o governo chinês não terão êxito”, declarou o porta-voz da diplomacia chinesa, Hong Lei, citado pela agência oficial Nova China.

Segundo o governo, um “grupo” integrado por monges e outras dezenas de pessoas, algumas das quais com facas, atacou a pedradas as forças de ordem, destruindo duas ambulâncias e dois veículos policiais.

Os confrontos deixaram um morto e quatro feridos do lado dos manifestantes, e cinco feridos do lado das forças de ordem, disse Hong Lei.