Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chávez e Putin denunciam ‘assédio das potências’ contra Síria e Irã

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, concordaram durante uma conversa por telefone que é necessário defender a soberania da Síria e do Irã ante “o assédio e a ingerência das potências”, informou a chancelaria venezuelana.

Chávez e Putin enfatizaram “sua plena concordância na defesa da independência e soberania da República Árabe Síria e República Islâmica do Irã, frente ao assédio e ingerência das potências colonialista”, segundo um comunicado venezuelano.

Tanto o presidente venezuelano como o líder russo defenderam em outras ocasiões os atuais governos da Síria e do Irã ante as críticas da comunidade internacional, no caso de Damasco pela repressão popular que surgiu em março contra o presidente Bashar al Assad e que, segundo as Nações Unidas deixou mais de 5.000 mortos, e no de Teerã por seu controvertido programa nuclear.

Durante a conversa por telefone, Chávez e Putin também “exaltaram a solidez dos laços estratégicos” entre suas nações e especialmente o aumento do intercâmbio bilateral até 1,4 bilhão de dólares no fim de 2011, segundo o comunicado.

Putin assegurou, além disso, a Chávez que “seu governo antecipa as gestões para acelerar os investimentos das empresas russas” na riquíssima Faixa petrolífera do Orinoco (sudeste da Venezuela).

Rússia e Venezuela, que se converteram em fortes aliados políticos e comerciais, assinaram nos últimos anos vários convênios de intercâmbio energético, armamentístico e tecnológico, entre outros.