Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chávez anuncia que está com câncer

Em pronunciamento na TV, feito a partir de Cuba, caudilho diz que "luta pela vida"

Em um pronunciamento na TV ao povo venezuelano, feito a partir de Cuba, o ditador Hugo Chávez afirmou que está com câncer. De acordo com o caudilho, logo após a cirurgia para a retirada de um abcesso pélvico, realizada no início do mês, ele foi submetido a novos exames que detectaram a existência de um tumor maligno.

“Os estudos confirmaram a existência de um tumor com a presença de células cancerosas, o que exigiu uma necessária segunda intervenção, que permitiu a extração total do tumor”, afirmou o ditador, acrescentando que agora se submete a um estrito tratamento de saúde.

Durante o pronunciamento, Chávez disse que “luta pela vida”, mas que está “no caminho da recuperação”.

Os rumores sobre o estado de saúde crítico de Chávez se intensificaram no último dia 25, duas semanas após o caudilho submeter-se à primeira cirurgia. Na data o ministro das relações Exteriores da Venezuela, Nicolás Maduro, deixou escapar que o ditador travava uma “batalha pela vida”. No mesmo dia, o jornal El Nuevo Herald publicou reportagem afirmando que fontes da inteligência americana apontavam que o estado de saúde de Chávez era “grave”.

Em seguida, pessoas próximas ao ditador vieram a público numa série de desmentidos não muito convincentes. Na contramão dos chavistas, e com mais detalhes e credibilidade, o jornalista Nelson Bocaranda Sardi, conhecido opositor do regime, publicou, em seu blog Run Runes, informações sobre os bastidores da internação do caudilho.

Segundo o jornalista, Chávez chegou a emagrecer 10 quilos. Sardi afirmou ter tido acesso ao resultado de uma biópsia que confirmava o câncer de próstata. Ele ainda disse que o venezuelano estaria se alimentando apenas com líquidos, se recuperava lentamente e deveria ser submetido a um tratamento de radioterapia.

Nesta quinta, Sardi também deu detalhes de como o pronunciamento foi preparado. “Chávez irá falar à nação, a partir de Cuba, antes do fim de semana. Os cubanos ofereceram um estúdio de televisão para a transmissão, pré-gravada, quando ele se sentir com disposição para fazê-la. Senão, não a fará. Chávez espera com isso acalmar seus seguidores e jogar um balde de água nos demônios desatados de dentro do PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela, o partido governista)”, de onde, segundo o jornalista, têm partido os rumores a respeito do caudilho.

O jornalista acrescentou ainda mais informações sobre o tratamento pelo qual passa o ditador. “Seu humor não é o melhor. A sonda urinária foi retirada na terça-feira, mas a intestinal permanece conectada. Isso é complicado para quem quer aparecer em público.”