Clique e assine com até 92% de desconto

Candidato democrata ao governo da Flórida admite vitória de adversário

Andrew Gillum divulgou mensagem no Facebook menos de 24 horas antes do fim do prazo para a conclusão da recontagem manual de votos

Por EFE 17 nov 2018, 22h12

O candidato democrata ao governo da Flórida, Andrew Gillum, reconheceu neste sábado, 17, a vitória do republicano Ron DeSantis, que contou com o apoio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Prefeito de Tallahassee, capital da Flórida, Gillum dá por encerrada, assim, uma das mais apertadas disputas já registradas na Flórida. Ele e De Santis acabaram o pleito com uma diferença menor do que meio ponto percentual.

“R.J. e eu queremos parabenizar o senhor DeSantis por se transformar no próximo governador do grande estado da Flórida”, afirmou Andrew Gillum em mensagem de vídeo divulgada na sua conta oficial do Facebook e na qual aparece ao lado da sua esposa.

Na noite de 6 de novembro, dia da votação, Gillum já havia reconhecido a vitória a seu adversário, mas no fim de semana passado voltou atrás depois de os 67 condados entregarem seus resultados finais, que mostravam uma diferença inferior a meio ponto percentual, o que obrigou a um processo de apuração mecânica.

  • Na quinta-feira passada, quando a Secretária de Estado recebeu os resultados da apuração de parte de quase todos os condados da Flórida, DeSantis somava 4.075.445 votos (49,59%), enquanto Gillum tinha 4.041.762 (49,18%), uma diferença insuficiente para se fazer uma apuração manual, de acordo com as leis estaduais.

    Após o término da apuração mecânica e sem poder ser feita uma apuração manual, já que a diferença era maior do que 0,25%, Gillum não admitiu e insistiu sobre o pedido de que “cada voto legal emitido fosse contabilizado”.

    A menos de 24 horas do fim da apuração manual, contudo, o democrata afirma na sua mensagem está convencido da diferença que se mantém entre ambos e decidiu finalizar a disputa para o governo estadual.

    Neste domingo vence o prazo para que os 67 condados da Flórida entreguem os resultados da apuração manual de mais de 93.000 cédulas de votação, na qual se espera que seja resolvida a estreita disputa entre o senador democrata Bill Nelson e o republicano Rick Scott. Mesmo que Nelson seja reeleito, o Partido Republicano não perderá a maioria que conquistou no Senado.

    Continua após a publicidade
    Publicidade