Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Candidato de extrema direita francês é agarrado pelo pescoço em comício

Lançamento de candidatura presidencial de Eric Zemmour teve confronto entre apoiadores e críticos do político

Por Ernesto Neves Atualizado em 6 dez 2021, 16h11 - Publicado em 6 dez 2021, 15h56

Líder de extrema direita da França, Eric Zemmour formalizou sua candidatura à presidência do país em comício realizado na noite do último domingo (5), em Villepinte, nos arredores de Paris.

Zemmour disputará as eleições com o atual presidente, Emmanuel Macron, e Marine Le Pen, também de extrema direita.

Zemmour falou em “reconquistar” a França de Macron, afirmando que a nação enfrenta décadas de declínio.

“Se eu ganhar esta eleição, não será outra troca de poder. Mas uma reconquista do maior país do mundo”, disse ele, numa fala com pouco mais de uma hora de duração.

Zemmour afirmou que chama seu partido de “Reconquista”, em alusão à Reconquista, período histórico em que as forças cristãs expulsaram governantes muçulmanos da Península Ibérica.

O evento também foi marcado por atos de violência. Apoiadores de Zemmour atacaram com socos e cadeiras manifestantes antirracismo que se posicionaram de pé durante o discurso. Cinco pessoas ficaram feridas durante a confusão.

Enquanto Zemmour atravessava a plateia rumo ao palco, um homem o agarrou pelo pescoço antes de ser abordado pelos seguranças. Ele foi colocado sob custódia pela polícia.

Embora Zemmour tenha feito o discurso normalmente, sua equipe afirmou que ele foi ferido no incidente e que seu médico pediu para que fizesse repouso por nove dias,

Continua após a publicidade

Publicidade