Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Candidato de centro votará em Hollande na presidencial francesa

O candidato de centro François Bayrou anunciou nesta quinta-feira que votará no socialista François Hollande no domingo, no segundo turno das eleições presidenciais francesas, mas antecipou que não orientará seus partidários a fazer o mesmo.

“Votarei pessoalmente em François Hollande”, afirmou Bayrou em um discurso a seus eleitores, acusando o atual presidente Nicolas Sarkozy de ter se voltado para a extrema-direita.

“Não darei orientações de voto”, enfatizou Bayrou, que no primeiro turno obteve 9,1% dos votos.

“Depois de um bom resultado no primeiro turno, Nicolas Sarkozy correu em busca da extrema-direita, eleitores em que não reconhecemos nossos valores e pelos quais nossas crenças mais profundas e valiosas são duramente combatidas”, afirmou o ex-candidato, que já esteve no governo ao lado do atual presidente.

Não se espera que a declaração tardia de Bayrou mude o rumo das eleições, já que as pesquisas apontam uma vitória de Hollande no próximo domingo por 54% contra 46% de Sarkozy e tudo indica que não haverá nenhuma reviravolta.

Após ser o segundo colocado no primeiro turno, Sarkozy lutou pelos 6,5 milhões de eleitores que apoiaram a ideologia anti-imigração da extrema-direita de Marine Le Pen, endurecendo seu discurso sobre fronteiras nacionais e questões sociais.

Bayrou manifestou, inclusive, a sua indignação ao assistir a uma propaganda da campanha de Sarkozy em que sua promessa de reduzir a imigração é marcada por imagens de multidões de imigrantes e um sinal de posto da alfândega com uma inscrição em árabe.

A postura de Bayrou não deixa de causar surpresa, já que os partidos de centro da França, como o seu MoDem, são tradicionalmente mais próximos da direita do que dos socialistas.