Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Candidato a prefeito é assassinado em pleno comício no México

O candidato a prefeito na cidade de Yurécuaro, no Estado de Michoacán, no sul do México, Enrique Hernández Salcedo, foi assassinado nesta quinta-feira, possivelmente por membros do crime organizado, quando fazia um comício no centro da cidade. Policiais e partidários de Salcedo relataram o candidato do Movimento Regeneração Nacional foi atingido por tiros de fuzil por homens que estavam em um veículo.

As testemunhas informaram que os homens efetuaram vários disparos com o veículo em movimento, atingindo Salcedo e ferindo ou três pessoas que estavam no local, duas delas identificadas como Alicia Torres Vargas e Gustavo Javier Martínez, este último internado em estado grave em um hospital regional.

O candidato a prefeito fazia parte de uma milícia armada de autodefesa criada em 2013 por um grupo de moradores de Yurécuaro para enfrentar os narcotraficantes do grupo conhecido como Cavaleiros Templários. Salcedo foi detido com dezenove e seus homens no dia 31 de março de 2013, acusado do assassinato de Gustavo Garibay, prefeito do município de Tanhuato, vizinho a Yurécuaro.

Após ser mandado para a penitenciária de segurança máxima David Franco Rodríguez, no município de Charo, um juiz ordenou sua libertação, ainda em 2013, por falta de provas. Hernández Salcedo se transformou no segundo ex-líder das milícias de autodefesa a buscar a carreira política, depois que o fundador desses grupos armados, Hipólito Mora, se filiou ao Movimento Cidadão e atualmente é candidato a deputado federal.

Mais de 83 milhões de mexicanos estão cadastrados para votar nas eleições de 7 de junho. Eles deverão eleger 500 deputados federais e os governadores de nove estados e centenas de prefeitos.

(Da redação)