Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Brasileira que matou os filhos em Portugal é condenada

Ela incendiou cômodo onde os filhos estavam para se vingar do pai das crianças e da ex-sogra. Tribunal a condenou a 24 anos de prisão

Por Da Redação 12 ago 2013, 15h40

A brasileira Kelly Oliveira, de 32 anos, foi condenada nesta segunda-feira a 24 anos de prisão pelo assassinato de seus dois filhos, um de 11 meses e outro de dois anos e meio, ao incendiar um cômodo da casa em que vivia com as crianças em Alenquer, nos arredores de Lisboa, em dezembro de 2012. O Tribunal de Primeira Instância de Alenquer, a 47 quilômetros da capital, considerou Kelly culpada por dois homicídios qualificados, danos e maus-tratos.

Ela confessou ter cometido os crimes para se vingar do pai das crianças e está detida desde 24 de dezembro, depois de ficar quatro dias foragida. Kelly afirmou sofrer de depressão profunda e alegou que o pai das crianças, um português, queria se separar. A mulher temia que ele ficasse com a custódia dos menores, já que ela estava no país de forma ilegal e não tinha emprego. Disse também que queria atingir a sogra, com quem não tinha um bom relacionamento.

Durante o julgamento, Kelly chegou a dizer que estava arrependida, mas não demonstrou remorso pela perda imposta ao pai das crianças. “Eu não ficaria com meus filhos, mas ele também não ia ficar”.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade