Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil apoia Uruguai após declaração da França sobre paraísos fiscais

O Brasil expressou seu apoio ao Uruguai diante das declarações da França, que incluiu o país em uma lista de paraísos fiscais, e está disposto a levar essa posição à próxima reunião do G20, informou a chancelaria nesta segunda-feira.

“Está muito claro qual é a posição do Brasil”, do lado do Uruguai, e esta foi transmitida pela presidente Dilma Rousseff a seu colega uruguaio, José Mujica, no sábado no encontro em Salvador (nordeste do Brasil), disse o chanceler Antonio Patriota, em uma breve declaração à imprensa junto ao chanceler uruguaio, Luis Almagro, com o qual se reuniu.

“Dilma Rousseff transmitiu ao presidente Mujica a discordância do Brasil com declarações de certos líderes que podem dar margem à estigmatização indevida de países no tema tributário”, disse Patriota.

Dilma se ofereceu a expressar sua posição na próxima reunião do G20 que reúne as grandes nações industrializadas e emergentes, disse à AFP o porta-voz da chancelaria, Nunes Tovar. “Estamos perfeitamente sintonizados com o Uruguai”, afirmou.

Mujica elogiou no sábado o apoio do Brasil, após se reunir com Dilma.

Dias atrás, no encerramento da cúpula do G20, Sarkozy incluiu o Uruguai entre os países “que continuam sendo paraísos fiscais”, os quais ameaçou de afastar da comunidade internacional.

As declarações de Sarkozy foram duramente criticadas pelo governo uruguaio que chamou seu embaixador no país europeu, Omar Mesa, para consultas.