Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Berlusconi vai pedir moção de confiança à Câmara italiana

Seu gabinete não conseguiu aprovar contas do estado; votação deve ser na 5ª

Por Da Redação 12 out 2011, 08h44

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, irá nesta quarta-feira à Câmara dos Deputados do país para pedir uma moção de confiança a seu governo, que deve ser votada nesta quinta-feira, depois de seu gabinete não conseguir aprovar as contas do estado. Berlusconi pronunciará nesta quarta-feira um discurso “programático”, declararam fontes de seu partido, o Povo da Liberdade (PdL), e depois pedirá a questão de confiança.

A Câmara não conseguiu aprovar na terça-feira as contas do estado, ao registrar um empate de 290 votos a favor e 290 contra na votação do primeiro artigo, por isso, a sessão teve de ser suspensa. Para a maioria dos analistas, isso foi um “incidente técnico” devido às diversas ausências, mas também ocorreu a chamativa abstenção do ministro da Economia, Giulio Tremonti.

O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, afirmou que a situação de terça-feira “suscita dúvidas e preocupações”, por isso emitiu uma nota na qual pediu a Berlusconi que comprove se ainda possui maioria parlamentar para seguir governando. A oposição reiterou nesta quarta-feira o pedido de renúncia de Berlusconi.

Trata-se da segunda questão de confiança que o chefe de governo tem de enfrentar durante a atual legislatura. A primeira foi em dezembro, quando compareceu ao Parlamento para verificar se contava com o apoio da maioria após a perda do respaldo de seu ex-aliado Gianfranco Fini e de alguns outros correligionários.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade