Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Base aérea nos EUA é interditada por causa de alarme falso de atirador

A base Andrews fica a meia hora da Casa Branca e abriga aviões da Força Aérea americano

A base área americana Andrews, na cidade de Maryland, de onde decola o avião presidencial Air Force One e outras aeronaves do exército do Estados Unidos, foi interditada nesta quinta-feira devido a presença de um atirador, porém, o episódio se tratou apenas de um mal-entendido. Em um comunicado no Facebook, a instalação militar informou que um exercício de preparação para um eventual tiroteio estava marcado para hoje, o que acabou gerando uma confusão interna e o alarme falso de que um verdadeiro incidente estaria ocorrendo.

A equipe da base aérea anunciou o bloqueio via Twitter e pediu que todos os funcionários que estão no local permanececem abrigados. Cerca de duas horas depois, o bloqueio foi cancelado para todo o complexo, exceto no centro médico Malcolm Grow, onde o suposto atirador estaria. A polícia está conduzindo as últimas buscas no local para confirmar que nada aconteceu.

Leia também:

Casa Branca é isolada após tiroteio nas proximidades

De acordo com a emissora de TV Fox News, o presidente Obama esteve lá na noite de ontem, quando retornou de uma viagem ao Canadá. Na manhã de hoje, o vice-presidente Joe Biden deveria embarcar para Ohio na base Andrews, mas devido ao episódio, foi mantido em segurança longe do local. A base fica a cerca de meia-hora da Casa Branca e é onde os representantes do governo dos Estados Unidos costumam desembarcar quando utilizam aviões oficiais.

(Da redação)