Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aumenta a 12 balanço de mortos em distúrbios no Cazaquistão

A violência na região rica em petróleo de Mangistau, no Cazaquistão, se intensificou neste domingo quando um grupo de pessoas bloqueou um trem e provocou destruição em um povoado vizinho, até que a polícia abriu fogo e matou uma pessoa, indicaram as autoridades.

Um grupo de pessoas parou um trem com 300 passageiros em Shetpe, a 100 km do Mar Cáspio (oeste), indicou a promotoria.

Com a intervenção da polícia, cerca de 50 pessoas resistiram, incendiaram o trem e causaram destruição no povoado próximo à estação. “A polícia se viu obrigada a abrir fogo”, ferindo 12 pessoas e matando uma, indicou o comunicado.

O balanço oficial pelos distúrbios na região chegava neste domingo a 12 mortos.

A escalada ocorre apesar de, no sábado, o presidente do Cazaquistão, Nursultán Nazarbayev, ter imposto o estado de emergência por um período de 20 dias na região de Khanaozen, no Mar Cáspio.

Os distúrbios têm como pano de fundo a greve realizada há meses pelos trabalhadores do setor petroleiro em Zanaozen e em outras cidades da região de Mangistau, pedindo salários mais altos.