Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atirador da Estônia é um ex-membro do Exército

A identidade do agressor não foi revelada, mas sabe-se que ele falava russo

O atirador que atacou, nesta quinta-feira, o Ministério de Defesa da Estônia é um ex-membro do Exército, segundo a agência de notícias local Delfi. A identidade do agressor ainda não foi revelada, mas sabe-se que, além de ser militar, ele falava russo.

Estônia

O prédio do ministério foi atacado a tiros por volta das 12 horas locais. Após ouvir os disparos, a polícia cercou o local, que foi esvaziado e isolado. De acordo com uma agência de notícias estoniana, um homem armado fez dois reféns, um dos quais ficou levemente ferido. Em seguida, o autor dos disparos morreu, informou o porta-voz da polícia, Mihkel Loide, à imprensa local. Não está claro, entretanto, se ele se suicidou ou foi morto.

Segundo a rede britânica BBC, o ministro Mart Laar foi retirado com segurança do prédio, que fica na capital Tallinn e os reféns estão bem. Ainda não foram detalhados os motivos do sequestro. A polícia ainda está examinando o edifício em busca de possíveis explosivos.

Noruega – O ataque acontece poucos dias após o radical de direita Anders Behring Breivik matar 77 pessoas na Noruega, em um tiroteio na ilha de Utoya após explodir um carro-bomba contra a sede de governo do país.

(Com agências Reuters, EFE e France-Presse)