Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atentados suicidas em Damasco deixam mais de 30 mortos

Mais de 30 pessoas morreram e cerca de cem ficaram feridas em dois atentados suicidas contra escritórios dos serviços de segurança em Damasco, informou o vice-ministro sírio das Relações Exteriores, Faysal Meqdad.

“Há mais de 30 mortos e mais de 100 feridos nos dois atentados de hoje”, disse Meqdad à imprensa no local de um dos ataques.

“No primeiro dia de chegada dos observadores árabes, este é o primeiro presente do terrorismo e da Al-Qaeda, mas vamos facilitar ao máximo a missão da Liga Árabe”, acrescentou o funcionário.

Testemunhas disseram que as bombas explodiram no bairro de Kfar Suseh. Um automóvel tentou forçar sua entrada no complexo de Segurança do Estado e outro explodiu em frente a um edifício dos serviços de segurança na mesma região.

De acordo com Meqdad, “o terrorismo quis que o primeiro dia dos observadores em Damasco fosse trágico, mas o povo sírio enfrentará a máquina de matar apoiada por europeus, americanos e certos árabes”.

Meqdad estava acompanhado por Samir Seif al Yazal, subsecretário-geral da Liga Árabe e chefe da missão que prepara a chegada dos observadores árabes, que pretendem buscar uma solução para a crise que ameaça o regime de Bashar al-Assad, após nove meses protestos violentamente reprimidos que deixaram milhares de mortos.

“Vamos continuar nosso trabalho. Começamos hoje (sexta-feira) e nos encontraremos no sábado com (o chanceler) Walid Muallem”, disse Meqdad.