Clique e assine a partir de 8,90/mês

Atentado mata ao menos quatro pessoas na Somália

O ataque, aparentemente efetuado por um suicida, coincidiu com a visita à capital somali dos ministros quenianos de Exteriores e da Defesa

Por Da Redação - 18 out 2011, 14h22

Pelo menos quatro pessoas morreram nesta terça-feira em Mogadíscio, capital da Somália, em um ataque com carro-bomba perpetrado nas proximidades da sede do Ministério de Relações Exteriores, informaram testemunhas no local. O atentado, aparentemente efetuado por um suicida, coincidiu com a visita à capital somali dos ministros quenianos de Exteriores, Moses Wetangula, e da Defesa, Yousef Haji.

Leia mais:

Leia mais: Como a ajuda humanitária agrava a crise de fome na África

Al Shabab – O grupo, cujo objetivo é instaurar um estado muçulmano no país, combate o internacionalmente respaldado Governo Federal de Transição somali e as tropas da Missão da União Africana na Somália (AMISOM). A Somália vive em estado de guerra civil desde 1991, quando foi deposto o ditador Mohamed Siad Barre, o que deixou o país sem governo efetivo e nas mãos de milícias islamitas, senhores da guerra tribais e bandos de delinquentes armados. A situação política só agrava a fome e a miséria no país.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade