Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ataques israelenses em Gaza deixam 4 mortos e mais de 20 feridos

Pelo menos quatro palestinos morreram e outros 26 ficaram feridos neste sábado por causa dos bombardeios de tanques israelenses na Faixa de Gaza, denunciaram as fontes médicas do governo do Hamas

Por Da Redação - 10 nov 2012, 17h01

Pelo menos quatro palestinos morreram e outros 26 ficaram feridos neste sábado por causa dos bombardeios de tanques israelenses na Faixa de Gaza, denunciaram as fontes médicas do governo do Hamas.

Por outra parte, quatro soldados israelenses ficaram feridos ao serem atacados por milicianos palestinos. Segundo as fontes militares, os soldados estavam a bordo de um veículo que patrulhava a fronteira entre a faixa e Israel.

Em um comunicado de imprensa, as ‘Brigadas de Abu Ali Mustafa’, braço armado do marxista Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP), assumiram a autoria do ataque contra o veículo militar israelense.

Segundo fontes médicas palestinas, todas as vítimas do bombardeio israelense eram civis, enquanto Ayman al Sahabani, chefe do serviço de urgências do Hospital Shifa de Gaza, confirmou que pelo menos dez dos feridos terão que ser submetidos a cirurgias de emergência e que se encontram em um estado muito grave.

Continua após a publicidade

Moradores do bairro Zeitoun, do leste da capital de Gaza, disseram que tanques israelenses estacionados na zona fronteiriça entre a faixa e Israel realizaram pelo menos quatro séries de ataque contra a região.

Acrescentaram que o bombardeio aconteceu depois que milicianos palestinos disparassem foguetes desde Gaza contra um veículo militar israelense que patrulhava pela divisa entre a faixa e Israel e que após ser alcançado se incendiou.

Após o ataque, soldados apostados em postos de observação começaram a abrir fogo em direção ao bairro de Zeitoun, o que impediu que as ambulâncias pudessem chegar ao lugar onde ocorreram os bombardeios para resgatar os feridos.

Em comunicado, o Exército israelense confirmou ter disparado contra vários alvos na faixa palestina depois que uma de suas patrulhas que circulava ao longo da cerca de segurança no norte da Faixa de Gaza foi atacada com um foguete antitanque.

Continua após a publicidade

Um integrante do grupo islamita Hamas declarou ao ‘Canal 10’ da televisão israelense que o foguete antitanque usado na ação foi do tipo ‘Cornet’, que acabou destruindo inteiramente o veículo militar israelense.

Os fatos de hoje ocorrem dois dias depois que um soldado israelense ficasse ferido devido à explosão de uma bomba próximo a um destacamento do Exército que realizava tarefas de manutenção na fronteira.

(Com EFE)

Publicidade