Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque de militantes mata dez guardas no Afeganistão

Vítimas estavam em comboio que levava suprimentos para as tropas da Otan

Pelo menos dez guardas afegãos, funcionários de uma empresa de segurança privada, foram mortos nesta quinta-feira por militantes na província de Farah, a oeste da capital Cabul, afirmou Nasibullah Farahi, porta-voz do governo provincial. Os guardas estavam em um comboio que passava pela região de Bakwah, mas as autoridades locais não especificaram exatamente onde o ataque ocorreu – suspeita-se que tenha sido na estrada entre Herat e Kandahar. Outras dez pessoas ficaram feridas.

Os veículos carregavam suprimentos para as forças da Otan no Afeganistão e muitos deles foram incendiados. Nenhum grupo assumiu a autoria do atentado, mas se especula que tenha sido o Talibã ou seus grupos aliados, que frequentemente têm atacado estradas por discordarem do governo do presidente Hamid Karzai, apoiado pelos Estados Unidos e países europeus.

Até recentemente, os ataques estavam concentrados nas regiões sul e leste do Afeganistão, mas se espalharam para outras áreas, incluindo a relativamente pacífica província de Farah. O porta-voz do governo provincial disse que a incursão desta quinta durou duas horas e só terminou após a chegada da polícia local. Tropas estrangeiras não foram envolvidas. A guerra no Afeganistão já dura dez anos.