Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque a tiros deixa ao menos três mortos em Utrecht, na Holanda

Segundo testemunhas, um homem começou a disparar contra pessoas dentro de um bonde elétrico; a polícia investiga uma 'possível motivação terrorista'

Um ataque a tiros na manhã desta segunda-feira, 18, deixou pelo menos três mortos e nove feridos em Utrecht, na Holanda. As informações oficiais são do prefeito da cidade, Jan van Zanen. Relatos anteriores da imprensa local afirmavam que vinte pessoas tinham sido atendidas em hospitais da região.

A polícia do país investiga o episódio, que ocorreu por voltas das 10h45 (6h45, horário de Brasília). De acordo com testemunhas, um homem começou a disparar de forma aleatória e contínua contra pessoas dentro de um bonde elétrico na Praça 24 de Outubro, no centro da cidade.

Em sua conta no Twitter, a polícia de Utrecht divulgou uma foto do suspeito, captada por uma câmera de segurança. O homem, identificado como o turco Gökmen Tanis, de 37 anos, ainda não foi preso e relatos dão conta de mais tiros nas proximidades do primeiro ataque. As autoridades alertaram para que as pessoas não abordem Tanis deliberadamente e pediram para que possíveis testemunhas enviem fotos para os órgãos competentes.  

O jornal holandês Algemeen Dagblad informou que pelo menos três vítimas receberam tratamento de emergência ainda na plataforma de embarque do bonde e que outros feridos foram levados ao hospital central de Utrecht.

A investigação sobre o ataque considera “uma possível motivação terrorista”, afirmou a polícia da cidade em sua conta oficial no Twitter. Em uma entrevista coletiva, o porta-voz da corporação, Joost Lanshage, disse que esta possibilidade está sendo considerada.

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, afirmou estar “profundamente preocupado” com o incidente. A Holanda emitiu o alerta máximo de segurança depois do ataque e as autoridades ordenaram que os espaços públicos permaneçam fechados até segunda ordem.

(Mais informações em instantes)