Assembleia Geral vota segundo mandato de Ban Ki-moon

Sul-coreano deve ser reeleito com o respaldo das principais potências mundiais

Por Da Redação - 21 jun 2011, 07h56

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) votará, nesta terça-feira, o segundo mandato de Ban Ki-moon como secretário-geral da entidade. A reeleição do ex-chanceler sul-coreano é considerada certa há vários meses e deve ser aprovada com o respaldo das principais potências mundiais.

Ban anunciou sua candidatura há duas semanas e recebeu o apoio formal do Conselho de Segurança da ONU na sexta-feira passada. Sem adversários, a Assembleia Geral de 192 membros confirmará o novo mandato por consenso. “Nunca houve dúvidas a esse respeito. Pode não ser o favorito de todos, mas ninguém tem nenhuma razão para impedi-lo”, declarou uma diplomata que atua na ONU.

Perfil – Nascido em 13 de junho de 1944, Ban foi ministro das Relações Exteriores e de Comércio da Coreia do Sul. Em 2007, ele se tornou o primeiro sul-coreano a liderar a ONU e o oitavo secretário-geral do organismo, ao suceder o ganês Kofi Annan. Frente à organização, ele alega considerar as mudanças climáticas seu principal desafio.

(Com agência France-Presse)

Publicidade