Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

As teorias conspiratórias russas sobre o voo MH17

Imprensa do país de Putin divulga versões bizarras para tentar explicar derrubada do voo da Malaysia Airlines e a morte de 298 civis no leste da Ucrânia

Por Da Redação 24 jul 2014, 08h27

Um míssil disparado pelo governo ucraniano, uma tentativa de assassinato contra Vladimir Putin, uma armação encenada com cadáveres fajutos. Nos últimos dias, o público russo vem sendo bombardeado pela imprensa local pró-governo por uma série de teorias bizarras que tentam encontrar culpados pela derrubada do Boeing 777 da Malaysia Airlines, que provocou a morte de 298 pessoas na semana passada. As teorias sempre apresentam a Rússia como vítima e tentam esboçar quadros em que a Ucrânia seria incrivelmente favorecida pela tragédia.

Leia também:

Prefeito pede que filha de Putin seja expulsa da Holanda

Rebeldes derrubam dois caças militares no leste da Ucrânia

Continua após a publicidade

Voo MH-17: jornalista se desculpa por mexer em pertences de vítima

Desde o início da queda de braço com a Ucrânia, no final do ano passado, o Kremlin tem usado a imprensa local para propagandear versões absurdas sobre o conflito. As primeiras apontaram que os manifestantes ucranianos que derrubaram o antigo governo pró-Rússia eram nazistas. Depois, a mídia local promoveu entusiasticamente a anexação da Crimeia ao divulgar que os russos que moravam ali estavam sendo ameaçados pelas novas autoridades ucranianas. Agora, a imprensa volta à carga para acusar Kiev pela derrubada do Boeing da Malaysia Airlines – não importando que as evidências mostrem o contrário.

A apelação já provocou a saída de uma correspondente do canal Russia Today (RT) em Londres. Sara Firth anunciou com alarde na semana passada que não poderia mais continuar trabalhando no canal financiado pelo Kremlin por causa das mentiras divulgadas. “Eu não consegui mais suportar”, disse ela. Em março, quando a Rússia anexou a península ucraniana da Crimeia, outra jornalista pediu demissão ao vivo, em protestos contra Putin.

Confira as principais teorias conspiratórias:

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês