Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Após operação, Rei da Espanha apresenta evolução ‘muito positiva’

Por Da Redação 16 abr 2012, 09h57

Madri, 16 abr (EFE).- O rei Juan Carlos I da Espanha apresenta um quadro de evolução ‘muito positivo’ depois de ter sido submetido a uma cirurgia na madrugada do último sábado, informou nesta segunda-feira o centro médico onde ele está internado em Madri.

O monarca, que foi operado por conta de uma fratura no quadril, já consegue ‘se levantar e se sentar com autonomia’, sendo que mobilidade ‘é praticamente completa e natural’, informou o último boletim médico apresentado pelo diretor do hospital USP San José, Javier de Joz.

O rei Juan Carlos fraturou o quadril após uma queda acidental durante uma viagem privada a Botsuana, onde o monarca participava de uma caçada de elefantes. Por conta deste fato, Juan Carlos I chegou a receber muitas criticas em seu país.

Durante o fim de semana, o rei recebeu a visita do príncipe Felipe, herdeiro da Coroa espanhola, que foi ao hospital acompanhado de sua esposa, a princesa Letizia, e suas duas filhas, as infantas Leonor e Sofia.

A infanta Elena, sua filha mais velha, também esteve no hospital, assim como o presidente do Governo, Mariano Rajoy. Nesta segunda, Juan Carlos recebeu a visita da rainha Sofía, que retornou da Grécia, onde tinha passado uns dias com sua família para celebrar a Páscoa Ortodoxa.

Esta é a oitava vez que o monarca espanhol passa por uma cirurgia. Em setembro de 2011, ele ingressou nesse mesmo hospital para ser submetido a uma cirurgia por causa da ruptura do tendão. Alguns meses antes, em junho, o monarca implantou uma prótese em seu joelho direito.

Além de ter extraído um nódulo pulmonar em maio de 2010, o monarca foi operado em outras quatro ocasiões entre 1985 e 2001, três delas relacionadas com o esqui – um de seus esportes favoritos. Juan Carlos I foi proclamado Rei da Espanha no dia 22 de novembro de 1975. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade