Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Al Qaeda quer atrair crianças com desenhos de terrorismo

Objetivo da animação é empolgar os pequenos para inflar o exército criminoso

“É uma alternativa para o veneno que é transmitido por outros canais de TV às crianças e jovens”

Abu al-Laith al-Yemen, colaborador da rede terrorista

A Al Qaeda está de olho em novos militantes – novos, no sentido literal da palavra. A rede terrorista que já admitiu o interesse no recrutamento de mulheres, agora quer atrair crianças para sua “guerra santa”, a conhecida jihad. E para atrair a atenção dos pequenos, a estratégia é puramente infantil: desenhos animados.

O objetivo é usar um novo método para fazer com que o terrorismo seja visto como uma atividade empolgante por jovens e crianças, para que eles se sintam motivados a se armar também contra o Ocidente, analisam especialistas em segurança que monitoram os sites de simpatizantes do grupo.

A iniciativa – anunciada no fórum de discussões on-line al-Shumukh por um colaborador que se autodenomina Abu al-Laith al-Yemen – faz parte do novo viés de comunicação da Al Qaeda, que vem aumentando consideravelmente seu marketing pela internet para inflar seu exército terrorista.

“A animação Al Qaeda in the Arabian Peninsula (Al Qaeda na Península Arábica, em tradução livre) tem uma história emocionante sobre o que acontece com aqueles que traem a religião islâmica e o profeta”, explicou Al-Yemen. “Ela inclui eventos reais e ações heroicas dos mujahidins (combatentes) na península do Profeta”, completou, informando que o filme está em fase final de criação. Ele ainda define o desenho como “uma alternativa para o veneno que é transmitido por outros canais de TV às crianças e jovens”.