Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

África do Sul critica governo australiano por aviso de viagem a turistas

Austrália alerta cidadãos para crime e violência no país sul-africano

Por Da redação
Atualizado em 20 abr 2018, 17h51 - Publicado em 20 abr 2018, 15h44

A Austrália foi acusada pelo governo da África do Sul de emitir avisos de viagem enganosos que ameaçam “manchar” a imagem do país. O Departamento de Relações Exteriores e Comércio australiano (DFAT, na sigla em inglês) adverte os cidadãos de seu país que pretendem viajar para a nação de que devem exercer um “alto grau de cautela” devido aos riscos de crime e violência. “O crime é uma questão séria na África do Sul. A maioria dos tipos de crime está aumentando. Fique alerta ”, diz o aviso, que também critica os padrões da polícia local.

Os turistas são avisados ​​sobre ameaças de assassinato, estupro, assaltos e roubo de carros. Aeroportos, hotéis e safáris são listados como locais onde os viajantes podem ser alvos. A nota de prevenção foi colocada no ar pelo governo australiano em janeiro.

O DFAT classifica os países em 4 níveis de avisos e o que foi aplicado à África do Sul é, na verdade, o segundo da escala. Ainda há avisos de “reconsiderar viagem” e “não viajar”, que pressupõem mais riscos para os turistas.

Ainda assim, o governo sul-africano divulgou um comunicado dizendo que “se opõe fortemente” ao aviso, que “contém informações enganosas sobre a África do Sul em geral e, em particular, sobre as experiências de turistas estrangeiros que visitam a África do Sul”. “A assessoria de viagem tem o potencial não apenas de impedir os australianos de visitar a África do Sul, mas também de manchar a imagem de nosso país”, diz a nota.

Continua após a publicidade

A ministra de Relações Exteriores da África do Sul, Lindiwe Sisulu, disse que discutiria questão com sua contraparte australiana, Julie Bishop. O governo sul-africano alega que tentativas anteriores de mudar o aviso de viagem foram negadas.

A Austrália não é o único país a emitir avisos pedindo cautela a seus turistas ao visitar o país sul-africano. Estados Unidos e Reino Unido tem avisos semelhantes em seus sites de relações exteriores.

Brasil

O Brasil também aparece nas listas de avisos de viagem de alguns países. A própria Austrália adverte seus cidadãos de que devem ter um “alto grau de cautela” ao viajarem para o país. O nível do aviso é o mesmo estipulado para a África do Sul.

Reino Unido e Estados Unidos também aconselham seus turistas a tomarem cuidado no Brasil. O governo americano atribui um aviso para “exercer maior cautela”, enquanto a administração britânica recomenda que seus cidadãos não visitem as favelas nem façam os “tours pelas favelas”, citando a atual intervenção federal no Rio de Janeiro.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.