Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acidente envolvendo ônibus de passageiros deixa mortos e feridos na Venezuela

Passageiros seriam simpatizantes de Chávez e se dirigiam a Caracas para ato governamental de apoio ao mandatário, que deveria tomar posse nesta quinta

Pelo menos oito pessoas morreram e 75 ficaram feridas em um choque múltiplo de veículos, entre eles um caminhão e dois ônibus de passageiros, na estrada Lara-Zulia, no oeste da Venezuela, informou o chefe regional de Bombeiros, Henry Uzcátegui. Segundo o jornal El Nacional, os passageiros eram simpatizantes de Hugo Chávez e se dirigiam a Caracas para um ato governamental de apoio ao mandatário, que deveria tomar posse nesta quinta.

Leia também:

Leia também: Judiciário endossa chavismo e descarta necessidade de posse

“Presumimos que o motorista (do caminhão) parou porque havia uma nuvem espessa de fumaça, produto de uma queimada, que impedia a visibilidade do trânsito, e os ônibus chegaram atrás”, explicou o comandante do Corpo de Bombeiros do município de Santa Rita, do estado de Zulia. “Mas essa é apenas uma hipótese”, destacou em declarações a jornalistas.

Emissoras de rádio da região afirmam que pelo menos outras três pessoas que foram levadas para hospitais próximos morreram posteriormente, o que não foi confirmado oficialmente. Os ônibus das empresas Expresos Maracaibo e Expresos Táchira-Mérida se dirigiam para Caracas quando, por volta de meia-noite, ocorreu o acidente, que também envolveu outros três veículos particulares, acrescentou o chefe regional de Bombeiros.

Desde as primeiras horas desta quinta-feira, os apoiadores de Chávez começaram a se concentrar nas imediações da avenida Urdaneta, em Caracas, que foi fechada no sentido leste-oeste para a realização do ato de apoio ao presidente, que recebe tratamento médico em Cuba. A cerimônia conta com a presença de representações indígenas e igrejas.

(Com agência EFE)